quinta-feira, 25 de setembro de 2008

Sem maromba, grata.


Depois de cruzar com uma montanha desse kilo aí correndo na rua, me pergunto quando certos homens vão saber qual é o limite. Um corpo de homem bonito é definido, aquele que você vê que o cara pratica um esporte. Corpo bombado, não dá vontade de abraçar, dá nojo de ver as veias pulando. Sempre me parece que esses caras tiveram uma infância triste, de menino frazinho que todo mundo batia, colava chiclete no cabelo, dava bolada na cara... sabe? Deprimente.

Um comentário:

rol disse...

Sei.....
hahahhahahahhahaa