terça-feira, 9 de setembro de 2008

O amor que eu desconheço


A minha maior frustração na vida é não ter tido cachorros. Minha mãe não curte animais em geral, então não tive a alegria de ter um cachorro pra chamar de meu. Hoje na vida adulta vivo com esse questionamento em minha cabeça... Porque as pessoas amam seus cachorros assim? Pra pagar tão caro por comida, vet... Meu amigo Caio trata seus Bull Terriers como filhos, amores da vida dele, pra eles só o melhor. Isso tudo é o mistério do planeta pra mim, porque é um amor que eu desconheço. Frustrante.

3 comentários:

Caio disse...

Não dá pra explicar mesmo, de fato são como filhos. O tratamento é necessário, e mais importante é ter a consciência de que é uma escolha minha comprar e criar aquelas belezinhas. Então para eles, o melhor. Mas sai caro hehehehe
A dica que eu posso deixar é aquela básica: pesquise e pense, pesquise, calcule e reflita... Qual o tamanho da sua casa, qual o tempo que você pode dedicar a isso, quanto de grana você tem livre para isso etc... É uma decisão pro resto da vida ou por pelo menos uns 12 anos...
Por outro lado, posso dizer que sou muito feliz e grato por tê-los em minha vida. Sem contar todas as vezes em que fui parado na rua por alguma gatinha que queria fazer um carinho neles ;-)
O maior barato hehehehehe

Carlie Royalty INC. disse...

hahahah mas os seus não são cachorros, são seus filhos... :)

Marcia Godinho disse...

Essa é a raça que eu quero!! Só que todo branco com a mancha, estilo pirata, preta no olho!!
Mas agora com esse trampo não rola... Mais para frente, com certeza!! É um amor muito louco, que já senti quando era pequena... Depois minha mãe começou com ou o cachorro ou eu e já viu, né?!